domingo, junho 17

o Livro do Joaquim

Autor: Daniel Faria
Editora : Quasi

O livro do Joaquim é um livro inacabado, como é sempre inacabada a conversa com a morte.
Há muito tempo que não re-olhava as palavras de Daniel Faria. Sinto-me tão próximo do seu olhar que por vezes faço cerimónia em entrar no seu mundo , pois sinto-me aqui e ali, um profanador do seu espaço intimo. Julgo que todos os poetas morrem jovens, mas Daniel Faria foi como uma flor colhida antes do tempo , tal como este seu pequeno livro inacabado.
Senti-me em cada uma das suas palavras, como se sentisse o afago de uma despedida.

(...)
Eu não entro docilmente na noite serena, mas não odeio a luz que começa a morrer. O ódio tem a força de quem se despedaça. Eu tenho o sofrimento daquilo que se desfaz.
(...)

Sem comentários: