domingo, abril 1

Escrevo nas areias da água, com a intensidade da corrente. Escrevo nas águas entre limos e os reflexos do céu( verdes, azuis e castanhos, são as cores do que escrevo), Nas areias, como se gritasse vazios…
O sentido do que escrevo, está no Mar…

Sem comentários: