sábado, junho 24

Ilusões

por vezes tenho a ilusão que as palavras pensam e entram ______ qual furacão, sem pedir licença no nosso desasossego ______ só para obrigar o pensamento a libertar-se da prisão do olhar...

segunda-feira, junho 19

tempestades

As gotas da chuva de verão vem grávidas de lagrimas ______ prenhas de um choro de angústias de anjos que se transmutam em pedras. Estátuas de gaivotas perdidas em horizontes que se evaporam em gritos surdos...

domingo, junho 18

navegação

Quando leio, poesia ou coisa outra, é como se deslisasse num Rio. Sem navegação _______ em permanente descoberta no tatuar de cada sopro de vento ... como se a estetica da palavra fosse uma suave ________ sinfonia

sábado, junho 17

nascimento

As minhas palavras não nascem do pensamento ________ nascem do olhar que me foge do pensamento.

sexta-feira, junho 16

a desenhar a alma

Tentei desenhar a alma, nas pedras da calçada. Entre os sons da cidade e dos passos, ela encontra-se nas fronteiras da sombra. Ela bebe-me as sobras que o olhar não vê ... O sentir do olhar é uma melodia sem eco que se diverte no compasso dos passos a saltitar entre as cores do reflexo das palavras que inventa...

quinta-feira, junho 15

esvoaços

para voar preciso _______ somente de uns pés que desenhem sombras e uns olhos que as pintem em aguarelas sem o lastro de fronteiras muradas de angústias....que se verticalizem numa espiral que perfure o centro do infinito...