domingo, janeiro 15

sem titulo, porque não lhe cabe


Nada do que digo, 
escrevo, 
faço, 
sinto ou penso é definitivo, 
são simplesmente sementes...

2 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

nunca nada, é definitivo ...

:)

Aleatoriamente disse...

E sendo semente pode nascer como os poemas.
Vim lá da Pi e gostei daqui.