domingo, fevereiro 17

desenho de um menino-a-chorar

Desenho um oásis de sangue,

Púrpura
Sem azuis-de-areia-que-arde-de febres-e-de-sedes…
Só o vento vive
bebo-lhe as lágrimas, repiro-lhe o mar,
e voo ,
raso na sombra,
à procura do que fugiu de mim a sangrar…

4 comentários:

Maria Clarinda disse...

Fico fascinada com o teu brincar com as palavras...
Jinhos mil

Ana Luar disse...

E que bem danças com as letras. Fico a ler a ler e a ler... e não me canso.POrque será?

jeremias disse...

maria clarinda: a ideia das palavras que esquiço, é que sejam ponto de partida para novas brincadeiras,,,escondido nas palavras há sempre uma criança-do-olhos-em-fogo a inventar os sonhos

jeremias disse...

ana:se não te cansas é porque te envolves nelas e com elas ( palavras) crias outras bricadeiras,,,outras palavras.
és sempre bem vinda a este jardim de palavras e de sonhos...