quinta-feira, março 27

o salto

Distrai-me! Acordei com os olhos-do-amanhã…
( logo eu,
que ando sempre perdido no tempo e nas desmemorias,
a saltitar qual acrobata em fio de cetim)
Surpreso, dei comigo a viver o que não me pertencia, mas a nuvem que me levou,
luzia,
( azuis-de-mim)

Se a não seguisse, perdia-me…

Ah, como é bom sentir-me no quadro,
pintado de Arlequim!

Decidi! Fico aqui!
( nem perto , nem longe,,,,Aqui! Sem Hoje!)

6 comentários:

Anónimo disse...

Decidi! Fico aqui!

A olhar a tela em papel de arroz

com desenhos de Arlequim

ou pedaços de mim...

beijo

Maria Clarinda disse...

Lindo, lindo , lindo!!!!!

Anónimo disse...

"mas a nuvem que me levou luzia!!!"
como é bom sentir essa luz naquele teu HOJE!!!mesmo sem ser um hoje!!!
caiu-me uma ´lágrima daquelas que caem quando se está perante o BELO!
nani

jeremias disse...

anónimo: é bom ter companhia no "aqui"

jeremias disse...

maria clarinda: obrigado por te emocionares com as cores do desenho

jeremias disse...

Nani: guardei essa lágrima. um dia gostava de abrir um museu das emoções, não há uma igual no universo. ( já imaginaste a riqueza de tal museu?)