segunda-feira, junho 9

ecos?

Que solidão é esta que me entretêm a ouvir.te, a ti que te escondes em mim? que me leva a passear.te de mão dada na praia e ouvir os ecos dos teus sorrisos, em névoas de horizontes?

Que solidão é esta que me impele a agarrar a noite e pintá.la com as cores que me segredas aos olhos, cores que nunca vi?

Que solidão é esta de me ter esquecido de mim?

Ah, como eu gostava que os espíritos da memória me sussurrassem tudo o que eu sou, tintim por tintim…

(Se eu fosse futuro queria tanto ser Raízes!!!!)

7 comentários:

Anónimo disse...

voltaste em grande!!!
essa tua solidão eterna!!!...que te põe um lápis n a mão!!!
agora com play list e tudo!!! gosto das escolhas, só a descobri hoje...já está a muito tempo??
nani

almaro j. disse...

nani: sim mana, voltei, por vezes faz bem ouvir os nossos silêncios.
a play list está há dois dias e vai mudando. ainda não me dei ao trabalho de fazer uma selecção, este momento vou pondo tudo o que gosto, mas sei que mais dia menos dia vou ter que ser mais selectivo. mas a ideia é só ter musicas compativeis com a leitura

© Piedade Araújo Sol disse...

ai!

fez-me lembrar um poema dum autor africano.

ecos...

gostei!

almaro j. disse...

pi: fiquei curioso e intrigado. se poderes diz qual o poema que te fez lembrar. provavelmente já o li e o subconsciente pode ter-me atraiçoado. por vezes vivo na angustia de não ter a certeza de ser meu aquilo que escrevo.

Anónimo disse...

não resisto em contar!!!
como adorei o poema dito pela mºbetania e o miguel é todo virado para as artes, disse-lhe para vir aqui ao blog ouvir. ele veio e disse:"_ o poema do fernando pessoa é muito bonito, mas mamã, tudo o que está escrito é do tio?? ele está cada vez a escrever melhor!!"
nani

almaro j. disse...

nani: dá-lhe um grande abraço...fiquei todo inchado...

Anónimo disse...

é para ficar!! vindo dele que é um critico severo tem muito peso!!
nani