quinta-feira, março 29

dis-me papá...


papá, papá lembras-te daquele carrinho vermelho da tua colecção de menino, lembras-te papá?
roubei-to…e levei-o para escola...era tão bonito papá...
não tem mal, filhote! não o estragas-te pois não?
troquei-o papà... troquei-o pelo cromo do Ronaldo...estás zangado papá?
...não filhote, não estou zangado...
mas eu roubei-te papá...
olha filhote, lembras-te da história de Jesus, não lembras?
lembro sim papá...
e lembras-te da história do amigo de Jesus, lembras?
lembro sim, a daquele amigo de Jesus que o traiu?
sim, esse! e sabes porque se conta essa história? para que os homens  percebam que não são Deus... que sendo homens, erram, erram ao ponto de traírem o seu próprio amigo...
tu filhote, não és diferente dos outros, por isso a partir de hoje deposito toda a minha colecção de carrinhos à tua guarda!
guardo os teus carros de menino? eu papá? mas eu roubei-te...
sabes porque o faço filhote? porque acredito eu ti! porque tenho fé em ti filhote! voltando ainda à historia de Jesus, sabes porque é que Deus se fez homem? porque se transformou em Jesus? porque quis dizer-nos que acreditar Nele é fácil!...difícil, difícil é acreditar nos homens...
e tu papá acreditas em mim? é que ... ainda me falta o cromo do Figo...
acredito em ti, sim filhote...

3 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

tão terno.
tão belo.
um beijo meu amigo.

Menina Marota disse...

Não pude deixar de soltar uma gargalhada!
Ao menos é sincero... "o cromo do Figo" :-)))
Bjo

Desculpa mas tenho que partilhar este texto...

almaro disse...

ehehe menina, bem sabes que podes partilhar tudo o que voa por estas bandas