sábado, março 31

tudo o mais, é mar...


tenho esta habilidade inata de me fingir inteligente… soubessem eles o esforço que faço para os entender e para compreender esta realidade que me estrangula as memórias, e agrilhoavam-me em quatro paredes coberto no silêncio dos loucos…
apenas sinto, com todos os poros do olhar e deixo o pensar  para os outros, para os que querem ser senhores das palavras,
eu, 
simplesmente deixo que as palavras me envolvam na ilusão de me existir inteiro,
(penso com os olhos das árvores e do  vento,
tudo o mais,
é mar!)

3 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

e tudo o mais é mar e quiçá esperança no verdes.

beij

Alice disse...

Confesso ter esta habiliadade de me fazer inteligente e forte quando na verdade sou fraca e desconhedora,embora a vontade de respostas me domine.

Menina Marota disse...

... que seja o abraço profundo como o mar e navegue nele a paz interior.

Um abraço