segunda-feira, outubro 29

no teu desenho

desenho o céu incolor (que mania esta de desenhar tudo o que sinto).

nele,
pintei.te.
de cabelos soltos e de olhos a brilhar ternura por existirmos,
como se todo o azul do mar fossem furturos…

1 comentário:

© Piedade Araújo Sol disse...

e serão presente se não houver futuro...