quarta-feira, julho 10

entre sombras


entre sombras

bebo esta loucura que me menstrua
o ver
e sangra os ventos,
sorvo o suor dos muros do tempo (lentos?)
para me iludir dos sonhos
que me cinzelam os passos
e travejam tempestades
de mim,
em cada respirar analfabeto
que me abraça o sentir
que se evapora entre as sombras-da-alma....

1 comentário:

© Piedade Araújo Sol disse...

sombras...que o vento se encarregará de espalhar...

:)