quinta-feira, julho 21

cansado do hoje



Estou cansado do hoje, ___________,cansado do que me coube, 
do que me impele os passos, __________,cansado do reverso de mim, 

dos estilhaços que me disformam as sombras, __________, que me percorrem a pele do eu,___________,

(O eu,
O EU),

ecos de  mim,
sem memórias!

do eu, embebido de vazios ( ébrio das negritudes nocturnas)!

Estou cansado , deste comando que anda,
que me manda,
que me evita,
que me controla,
que me parte
Que me esmaga,___________,os silêncios.

Estou cansado do hoje,
das sombras que me habitam, __________, que me desabitam.

Estou cansado do hoje,
do vazio-de-não-ser-o-meu-grito,
das imagens que não pinto,
das palavras que não escrevo,
que me choram, __________,  que me chovem,
como quem canta tempestades
(des)minhas.
Estou casado do hoje e dos passos que não dou,
estou cansado do hoje  e dos passos que dou,
estou casado do hoje , do estar aqui,__________, vazio!
Estou cansado
de mim.

nota: reflexos de um hoje dominado pela desmemória de me ser!

Sem comentários: