sábado, abril 12

o esquiço da tristeza

Fecho os olhos à procura de luz,
(vasculho o vazio,
a bruma,
a névoa…)
numa viagem ao mais autentico que tem o interior de uma lágrima
(chovem aguarelas, do esquiço profundo de mim…)

…é assim a tristeza…
(sussurra o eco de Ti)

2 comentários:

Rosa Brava disse...

Profundamente intimista...
;))

Anónimo disse...

sussuro o eco de ti

e chovem aguarelas em mim

beij