quinta-feira, julho 5

fado irrequieto, calado

Desenho uma menina, irrequieta,
em pó de giz,
cabelos carvão.
Branco e preto, sombras aladas numa noite de estelas.
Está sentada a um canto, canta, um fado calado.
Diz,
Poesia em olhos de encanto e canta , um fado falado.

Irrequieta criança que joga quieta um sonho atribulado.
Desenho poesia,
num sépia queimado.
(Bailarina?
Gaivota?

Fada?)
Ah, este fado cantado em fantasia de menina que brinca, mesmo sentada num canto fechado...

2 comentários:

Menina_marota disse...

Olá...
Tens um convite no meu "buraco"... espere que aceites.

Um abraço ;))

surpreendida disse...

Diz-me lá Jeremias,

a uma papoila, também a podias desenhar menina de poesia...?

Um sorriso feito abraço da surpreendida